10 de fev de 2010

O que sinto...

Não posso dizer que te amo!

Dizer simplesmente que "TE AMO" é muito clichê e não explica esta mistura excẽntrica de euforia, desejo, vontade de fazer tudo ao mesmo tempo, vontade de ficar perto e de sorrir incontrolavelmente sem um motivo visível.
Dizer simplesmente que "TE AMO" é muito superficial e já está em desuso devido à frenética repetição desses termos entre versos, frases de amor, músicas de apaixonados e estampas de publicidade.
Dizer simplesmente que "TE AMO" é muito incompleto, já que uma conjugação simples desse verbo tão complexo não consegue conter todo esse emaranhado de sensações e conexões desconhecidas de neurônios na mente desse garoto apaixonado que não pensa em outra coisa além de ter você o dia inteiro aqui ao lado.

Prefiro dizer que "NÃO CONSIGO VIVER SEM VOCÊ", pois acho que isto expressa a ligação que tem entre a gente... Não consigo pensar nem por um momento na idéia de ver você partir e me deixar sem tua presença, sem tua companhia, sem tua imagem, sem teu carinho, sem teu cheiro, sem teu olhar, sem teu beijo de manhã, sem teu beijo de boa-noite, sem teu abraço de 'te adoro', sem teu jeito de ser, sem o toque da tua pele, sem o infinito que completaria esta lista singela de motivos muito reais que explicam por quê de eu não dizer que simplesmente te amo...

3 comentários:

Vivian Dias disse...

"Juntos no balanço da rede, sob o céu estrelado
Sempre acontece, o tempo pára quando eu fico do seu lado..."

;-)

http://somemetoemroubada.blogspot.com/ disse...

OI adorei o poema...belo...
bjocas!

Planeta Cl disse...

a noite chega feixo os olhos e vc que eu vejo como eu queria esta contigo para e faço um desejo